top of page
Paulo Santos training outdoor

Paulo Santos é um dos mais experiêntes arqueiros Portugueses, que se destacou na primeira metade dos anos 90 no panorama nacional e internacional conquistanto diversos títulos de campeão nacional e recordes nacionais na categoria de arco recurvo olímpico. Paulo integrou a seleção nacional de Portugal nas camadas jovens e consequentemente a equipa sénior, representanto a F.P.T.A. em torneios internacionais, em Grand Prix Europeus e Campeonatos do Mundo de tiro com arco.

 

Entre 1993 e 1995 Paulo ascendeu ao estatuto de atleta de alta competição no programa Olímpico para os Jogos Olímpicos de Atlanta 1996, e ganhou a primeira bolsa de estudo universitária no tiro com arco em Portugal.


Paulo regressa á modalidade em 2008, agora residindo noutro país, a Estónia. Em 2009, conquista o Campeonato Báltico de Indoor (Alemanha, Dinamarca, Suécia, Polónia, Estónia, Lituania, Letónia, Russia e Finlandia), e é assim convidado a integrar na seleção nacional da Estónia. Entre 2009 e 2014, Paulo participou ao mais alto nível em campeonatos da Europa e do Mundo de WA outdoor e indoor, bem como em Campeonatos da Europa de IFAA Field Indoor and Outdoor onde foi Vice-Campeão Europeu por duas vezes, conquistando duas medalhas de prata.


Em 2018, Paulo regressa a Portugal, e cria a primeira Academia de Tiro com Arco dedicada exclusivamente á formação e captação de jovens arqueiros, incluíndo tiro com arco adaptado para atletas com necessidades especíais, com o objectivo de formar futuros campeões e da sua integração nas seleções nacionais de jovens e programas Olímpico e Paralímpico de tiro com arco.

 

Paulo Santos

Biografia

Paulo Santos nasceu a 13 de Setembro de 1975, em Lisboa. Em Outubro de 1987, com 12 anos de idade, Paulo descobriu a modalidade do tiro com arco enquanto praticava a arte marcial de Karate Shotokan (松涛館) num clube local, o Ateneu Artístico Cartaxense na cidade do Cartaxo, Portugal. O Tiro com Arco era então uma das modalidades desportivas também oferecidas neste clube.


A sua grande referência foi o Carlos Reis, arqueiro que um ano depois, em 1988, representou Portugal nos Jogos Olímpicos de Seul, na Coreia do Sul, tornando-se o primeiro treinador e mentor do Paulo Santos no tiro com arco. 

Após os Jogos Olímpicos de Seul em 1988, Paulo, com seu treinador, Carlos Reis, começaram a praticar mais regularmente onde aprendeu mais sobre a filosofia e metodologias de treino do tiro com arco. A prática começou com um arco de plástico que se assemelhava a um brinquedo. Para iniciantes, os arcos naquela época eram diferenciados em três cores diferentes, laranja, castanho e amarelo, o que representava a força do arco do mais fraco ao mais forte. Paulo rapidamente e facilmente conseguiu seu primeiro objetivo de evoluir através dos diferentes arcos até desenvolver a técnica e a preparação física necessária para atingir o nível de competição. Um ano depois, já com o seu próprio arco, um arco de madeira monobloco Yamaha, Paulo participou na sua primeira competição e ganhou na sua classe de Cadetes. Nesse mesmo ano, ele foi Campeão Nacional, e onde em algumas das competições de Outdoor FITA, ainda na categoria de Cadete, começou a atirar as mesmas distâncias da classe Sénior masculina, os 90, 70, 50 e 30 metros, fazendo numa das provas e considerando os seus apenas 14 anos de idade, a surpreendente marca de 291 pontos na distância de 90 metros com o seu arco de madeira e flechas de alumínio.

Paulo começou a participar em competições internacionais como parte da seleção nacional Portuguesa. Nessa altura, e na categoria de Júnior conquistou várias competições internacionais e nacionais incluindo mais 4 Campeonatos nacionais de FITA Indoor e Outdoor. Após Portugal não ter qualificado nenhum arqueiro na categoria masculina para os Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992, Paulo iniciou o seu próprio programa de alto rendimento com o objectivo de se qualificar para os próximos Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996. Em 1994 mudou de clube, passando a representar o Sport Lisboa e Benfica, juntando-se assim aos seus colegas de selecção nacional Miguel Mimoso e João Cristóvão, formando a mítica equipa do S.L.B., conhecida pelo nome da  “Dream Team” do tiro com arco.

Com o objectivo da qualificação de uma equipa para os Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996, a Federação Portuguesa de Tiro com Arco investiu num treinador internacional com vasta experiência e reconhecimento mundial, e em 1994 contratou o Sr. Vladimir Yesheyev da Rússia, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Seul em 1988 e recordista mundial na altura, para treinar a selecção nacional. Já treinado por Mr. Yesheyev, Paulo atingiu resultados de alto nível conseguindo o estatuto de atleta de alta competição e foi o primeiro arqueiro em Portugal a ganhar uma bolsa universitária. O programa de alto rendimento proporcionou a progressão e experiência internacional, onde Paulo participou em diversas competições incluindo Campeonatos do Mundo e Grand Prix Europeus. O programa olímpico foi então interrompido em 1995, um ano antes dos Jogos Olímpicos, com o fim de contrato com o treinador nacional Mr. Yesheyev. Muitos jovens arqueiros, incluindo o Paulo, foram perdendo a motivação para continuar a treinar ao mais alto nível e apercebendo-se que a missão de uma qualificação olímpica estaria em risco de não se concretizar, interromperam a sua actividade na modalidade.  Muitos desses jovens arqueiros eram estudantes universitários e decidiram concentrar-se em seus estudos e seu futuro profissional.

Em 2008, Paulo regressou ao tiro ao arco de uma forma activa, agora na Estónia, no qual reside desde então e onde é docente de Design Technológico, Estudos de Cinema, Robótica e Artes Visuais na IB International School of Estonia, desenvolvendo também a ISE Archery Academy para jovens arqueiros vindos de todo o mundo. A paixão e o desejo da competição no tiro com arco surgiu naturalmente, e um novo objetivo aparece no horizonte. Paulo decide re-activar e desenvolver seu próprio programa de treino de alto rendimento , o “HPTP-High Performance Training Project” para se preparar e tentar qualificar-se para os Jogos Olímpicos de Londres em 2012 em representação da Estónia. Com o seu programa de treino de alto rendimento a coincidir com resultados imediatos, conquistando logo em 2009, o Campeonato Báltico de Indoor, a Taça Indoor da Estónia e qualificando-se para o WA Campeonato do Mundo de Indoor na Polónia, Paulo complementa e integra no seu treino a psicóloga desportiva Aave Hannus (EST), para trabalhar a componente mental em competição e treino. Aave é uma psicóloga desportiva com o interesse particular na modalidade do tiro com arco e com provas dadas no desporto olímpico de alta competição, tendo trabalhado com o campeão Olímpico de Cross Country Skiing em Salt Lake City 2002 e Turino 2006 Andrus Veepalu (EST).

 

Entre 2009 e 2012, Paulo conquista 5 Campeonatos Nacionais e 5 Taças da Estónia em WA, qualifica-se para os Campeonatos da Europa e do Mundo Outdoor em WA, foi 17° classificado na Taça do Mundo de Indoor WA em Nimmes 2011, conquista também, e paralelamente 5 Campeonatos Nacionais da Estónia em IFAA Field e foi 2 vezes Vice-Campeão da Europa de IFAA Field batendo 5 recordes nacionais. Ainda em 2011, Paulo adquire os patrocínios oficiais da “Fivics/Soma”, “Aurora/Big Archery” e Falco Archery. Em 2012, mesmo sendo o único arqueiro masculino com grandes possibilidades de se qualificar para os Jogos Olímpicos de Londres em 2012, Paulo foi confrontado com a condição de renunciar a nacionalidade Portuguesa, pelo facto de não ser permitida a dupla nacionalidade na Estónia. Essa condição não é aceite por ele, e assim a possibilidade de qualificação e participação fica anulada.

Em 2018, Paulo regressa a Portugal com frequência, e ao seu clube de formação, o Ateneu Artístico Cartaxense, onde cria juntamente com outro arqueiro e colega de infância, o João Camoez, a primeira Academia de Tiro com Arco dedicada exclusivamente á formação e captação de jovens arqueiros no concelho do Cartaxo, incluíndo tiro com arco adaptado para atletas com necessidades especíais, com o objectivo de formar futuros campeões e da sua integração nas seleções nacionais de jovens e programas Olímpico e Paralímpico de tiro com arco.

My Channel

Curriculum Desportivo

1987-1995: PORTUGAL

Clubes representados:

1987-1994: A.A.C. (Ateneu Artístico Cartaxense)

1994-1995: S.L.B. (Sport Lisboa e Benfica)

2018-2021: PORTUGAL

2018-2021: A.A.C. (Ateneu Artístico Cartaxense)

 

TÍTULOS NACIONAIS:

 

7 Títulos de Campeão Nacional de Portugal- FITA

3 Títulos de Vice-Campeão Nacional de Portugal- FITA

1 Título de Campeão Nacional de Portugal por Equipas- FITA

1 Título de Vice-Campeão Nacional de Portugal por Equipas- FITA

 

MEDALHAS nos Campeonatos Nacionais de Portugal FITA:

 

8 Medalhas de Ouro

4 Medalhas de Prata

2 Medalhas de Bronze

 

RECORDE NACIONAL DE PORTUGAL FITA:

 

FITA 18M -12 Arrows Final Match - 119 pontos

TORNEIOS INTERNACIONAIS FITA:

Medalha de Ouro - International Tournment “Ciudad Badajoz” 1992- Espanha

Medalha de Bronze - International Tournment Linares - 1992- Espanha

 

41° Classificado no FITA Grand Prix Tournment of Nations 1993- Alemanha

27° Classificado no FITA European Grand Prix 1994- Polónia

23° Classificado no FITA Tournment St. Sebastian 1994- França

68° Classificado no FITA World Indoor Championship 1995- Inglaterra

PRÉMIOS E DISTINÇÕES:

 

Medalha de Honra para o Atleta Revelação do Ano em Tiro com Arco 1990 - C.M.C/A.A.C.

Diploma de Honra para o Atleta do Ano em Tiro com Arco 1991 - CRIDAC (Comissão Regional de Incremento ao Desporto de Alta Competição - Comité Olímpico de Portugal)

2008-2014: ESTÓNIA

Clubes representados:

2008-2009: Vibuklubi Tallinna Kalev (Arco Clube Kalev de Tallinn)

2009-2014: Tartu Vibuklubi (Arco Clube de Tartu)

TÍTULOS NACIONAIS:

4 Títulos de Campeão Nacional da Estónia- WA

1 Título de Campeão Nacional da Estónia por Equipas- WA

1 Título de Campeão Nacional da Estónia- WA Field

2 Títulos de Vice-Campeão Nacional da Estónia- WA

1 Título de Vice-Campeão Nacional da Estónia por Equipas- WA

5 vezes Vencedor da Taça da Estónia- WA

5 vezes Campeão Nacional da Estónia- IFAA

MEDALHAS nos Campeonatos Nacionais da Estónia:

WA (World Archery)

4 Medalhas de Ouro - Indoor 2010, 2012, 2013, Outdoor OR 2012

1 Medalha de Ouro - Outdoor Equipas 2010

1 Medalha de Ouro - WA FIELD 2010

3 Medalhas de Prata - Outdoor 2009, Indoor 2011, Outdoor Equipas 2012

3 Medalhas de Bronze - Indoor 2009, Outdoor 2010, Outdoor 2012

 

4 Taças da Estónia Indoor - Indoor 2008, 2009, 2010, 2011

1 Taça da Estónia Outdoor- Outdoor 2010

IFAA (International Field Archery Association)

3 Medalhas de Ouro - IFAA 20Y Indoor 2010, 2011, 2012

2 Medalhas de Ouro - IFAA FIELD 2010, 2011

RECORDES NACIONAIS DA ESTÓNIA:

 

IFAA 20y Indoor - 298 pontos - European Indoor Archery Championship - Estónia - Março 2012

IFAA Field Round - 506 pontos - European Field Archery Championships - Portugal - Agosto 2011

IFAA Hunter Round - 508 pontos - Kajamaa - Estónia - Julho 2011

IFAA Animal+Field+Hunter round - 1550 points - Kajamaa - Estónia - Julho 2011

TORNEIOS INTERNACIONAIS:

WA (World Archery)

Classificado no Cyprus International Archery Cup "APHRODITE 2008”- Chipre

7° Classificado International Järvakandi Open XXXIX 2008- Estónia

1° Classificado- Medalha de Ouro - Campeão Baltico de WA Indoor - International Indoor Baltic Championship 2009- Letónia

47° Classificado no WA World Indoor Championships 2009- Polónia

Classificado no Indoor Archery World Cup Nimes -Secondary Tournament 2010- França

33° Classificado no WA European Outdoor Target Championships 2010- Itália

Classificado no WA Ranking XXVII International IRENA SZYDŁOWSKA Memorial Tournament 2010- Polónia

5° Classificado no Kymi Open 2011- Finlândia

17° Classificado no Indoor Archery World Cup Nimes 2011- França

Classificado no International Järvakandi Ilves Cup Indoor 2011 - Estónia

Classificado no International Riga Cup 2011 - Letónia

137° Classificado no WA World Outdoor Championships 2011- Itália

1° Classificado no Järvakandi Ilves Cup 2012 - Estónia

IFAA (International Field Archery Association)

Medalha de Prata - Vice-Campeão da Europa IFAA European Field Archery Championship 2011 - Portugal

Medalha de Prata - Vice-Campeão da Europa IFAA European Indoor Archery Championship 2012 - Estónia

PRÉMIOS E DISTINÇÕES:

Prémio de Atleta do Ano 2010 - WA Recurve Men - EVL/EOK (Comité Olímpico da Estónia)

1993-1994: PORTUGAL

Clube representado:

1993-1994: A.A.C. (Ateneu Artístico Cartaxense)

TÍTULOS NACIONAIS:

 

Equipa de Robins A.A.C. (Daniel Horta/Miguel Cruz/Pedro Henrique) - Arco Recurvo Olímpico

 

Campeões Nacionais de Portugal- FITA Outdoor - 1994

2008-2014: ESTÓNIA

Clube representado:

2009-2014: Tartu Vibuklubi (Arco Clube de Tartu)

TÍTULOS & RECORDES NACIONAIS:

Atleta Raili Raudsepp (EST) - Sénior Senhora - Arco Recurvo Olímpico

Medalha de Prata - Vice-Campeã da Europa IFAA European Field Archery Championship 2009 - Wales UK

5 Títulos de Campeã Nacional da Estónia- IFAA Field - 2009-2014

3 Records Nacionais da Estónia - IFAA Field

1 Título de Campeã Nacional da Estónia - WA Field - 2010

1 Medalha de Bronze WA Indoor - 2012

2018-2023: PORTUGAL

Clube representado:

2018-2022: A.A.C. (Ateneu Artístico Cartaxense)

TÍTULOS & RECORDES NACIONAIS:

 

ÉPOCA 2018.2019

TÍTULOS NACIONAIS

Atleta João Barbosa (PORT) - Arco Recurvo Olímpico

 

Vice-Campeão Nacional Universitário de Portugal - Outdoor

ÉPOCA 2020.2021

TÍTULOS NACIONAIS

Atleta Angelo Lobo (PORT) - Sénior Homem - Arco Barebow

Campeão Nacional de Portugal - WA Indoor

Atleta Luis Rodrigues (PORT) - Sénior Homem - Arco Barebow

Medalha de Bronze - Campeonato Nacional de Portugal - WA Indoor

Atleta Filipe Rodrigues (PORT) - Júnior Homem - Arco Barebow

Campeão Nacional de Portugal - WA Indoor

Equipa de Séniores Homens A.A.C. (Angelo Lobo/Luis Rodrigues/Luis Ferreira) - Arco Barebow

 

Campeões Nacionais de Portugal - WA Indoor

Atleta Diogo Rodrigues (PORT) - Infantil Juvenil - Arco Compound

Campeão Nacional de Portugal - WA Outdoor

Atleta Manuel Lobo (PORT) - Cadete Homem - Arco Recurvo Olímpico

Campeão Nacional de Portugal - WA Outdoor

Atleta Elisabete Janeiro (PORT) - Sénior Senhora- Arco Barebow

Campeã Nacional de Portugal - WA Outdoor

Equipa de Mista A.A.C. (Angelo Lobo/Elisabete Janeiro) - Arco Barebow

 

Vice-Campeões Nacionais de Portugal - WA Outdoor

RECORDES NACIONAIS

Atleta Filipe Rodrigues (PORT) - Júnior Homem - Arco Barebow

Recordes Nacionais de Portugal - WA Indoor (18m Round) - 30 Flechas e 60 Flechas

Equipa de Séniores Homens A.A.C. (Angelo Lobo/Luis Rodrigues/Luis Ferreira) - Arco Barebow

 

Recordistas Nacionais de Portugal - WA Indoor (18m Round) - 3x 60 Flechas

Atleta Elisabete Janeiro (PORT) - Sénior Senhora- Arco Barebow

Recordes Nacionais de Portugal - WA Outdoor (50m Round) - 36 Flechas e 72 Flechas

Equipa de Mista A.A.C. (Angelo Lobo/Elisabete Janeiro) - Arco Barebow

 

Recordistas Nacionais de Portugal - WA Outdoor (50m Round) - 2x 72 Flechas

ÉPOCA 2021.2022

TÍTULOS NACIONAIS

Atleta Manuel Lobo (PORT) - Cadete Homem - Arco Recurvo Olímpico

Vice-Campeão Nacional de Portugal - WA Indoor

Campeão Nacional de Portugal - WA Outdoor

Atleta Laura Rodrigues (PORT) - Infantil Flecha - Arco Barebow

Vice-Campeã Nacional de Portugal - WA Indoor

Atleta Gabriel Monteiro (PORT) - Infantil Robin - Arco Barebow

Vice-Campeão Nacional de Portugal - WA Outdoor

Atleta Gustavo Vaz Pinto (PORT) - Infantil Flecha - Arco Barebow

Vice-Campeão Nacional de Portugal - WA Outdoor

Atleta Rodrigo Henriques (PORT) - Infantil Juvenil - Arco Recurvo Olímpico

Medalha de Bronze - Campeonato Nacional de Portugal - WA Outdoor

Atleta Elisabete Janeiro (PORT) - Sénior Senhora - Arco Barebow

Medalha de Bronze - Campeonato Nacional de Portugal - WA Indoor

Campeã Nacional de Portugal - WA Outdoor

Equipa de Séniores Homens A.A.C. (Angelo Lobo/João Rodrigues/Emanuel Serrazina) - Arco Barebow

Vice-Campeões Nacionais de Portugal - WA Indoor

Equipa de Séniores Mista A.A.C. (Angelo Lobo/Elisabete Janeiro) - Arco Barebow

Campeões Nacionais de Portugal - WA Outdoor

RECORDES NACIONAIS

Atleta Gustavo Vaz Pinto (PORT) - Infantil Flecha- Arco Barebow

Recorde Nacional de Portugal - WA Indoor (18m Round) - 30 Flechas

Equipa de Mista A.A.C. (Angelo Lobo/Elisabete Janeiro) - Arco Barebow

 

Recordistas Nacionais de Portugal - WA Indoor (18m Round) - 2x 60 Flechas

Recordistas Nacionais de Portugal - WA Outdoor (50m Round) - 2x 72 Flechas

Atleta Gabriel Monteiro (PORT) - Infantil Robin- Arco Barebow

Recorde Nacional de Portugal - WA Outdoor (20m Round) - 36 Flechas e 72 Flechas

Atleta Elisabete Janeiro (PORT) - Sénior Senhora - Arco Barebow

Recorde Nacional de Portugal - WA Outdoor (50m Round) - 36 Flechas e 72 Flechas

ÉPOCA 2022.2023

TÍTULOS NACIONAIS

Atleta Manuel Lobo (PORT) - Cadete Homem - Arco Recurvo Olímpico

Campeão Nacional de Portugal - WA Indoor

Atleta Gustavo Vaz Pinto (PORT) - Infantil Robin - Arco Compound

Campeão Nacional de Portugal - WA Indoor

Atleta Laura Rodrigues (PORT) - Infantil Flecha - Arco Recurvo Olímpico

Vice-Campeã Nacional de Portugal - WA Indoor

Atleta Rodrigo Henriques (PORT) - Infantil Juvenil - Arco Recurvo Olímpico

Vice-Campeão Nacional de Portugal - WA Indoor

Atleta Elisabete Janeiro (PORT) - Sénior Senhora - Arco Barebow

Medalha de Bronze - Campeonato Nacional de Portugal - WA Indoor

Atleta Pedro Inácio (PORT) - Sénior Homem - Arco Barebow

Medalha de Bronze - Campeonato Nacional de Portugal - WA Indoor

Equipa de Séniores Mista A.A.C. (Elisabete Janeiro/João Rodrigues) - Arco Barebow

Medalha de Bronze - Campeonato Nacional de Portugal - WA Indoor

Equipa de Veteranos Homens A.A.C. (José Santos/Pedro Inácio/Carlos Malpique) - Arco Barebow

Vice-Campeões Nacionais de Portugal - WA Indoor

RECORDES NACIONAIS

Equipa de Mista A.A.C. (Elisabete Janeiro/João Rodrigues) - Arco Barebow

 

Recordistas Nacionais de Portugal - WA Outdoor (50m Round) - 2x 72 Flechas

ATLETA

TREINADOR

Treinadores

Toda a evolução e persistência como Arqueiro, ... a paixão e o respeito pela modalidade, o desejo de alcançar os seus objectivos, Paulo adquiriu com estes três treinadores com quem teve a oportunidade de trabalhar nas selecções nacionais que representou!

1987-1993

 

Carlos Reis (POR)

            . Atleta Olímpico nos Jogos Olímpicos de Seul 1988

            . Treinador Nacional de Portugal (1991-1993)

 

1994-1995

 

Vladimir Yesheyev (RUS)

            . Atleta Olímpico nos Jogos Olímpicos de Moscow 1980

            . Medalha de Bronze nos nos Jogos Olímpicos de Seul1988

            . Atleta Olímpico nos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992

 

2010-2012

 

Raul Kivilo (EST)

            . Atleta Olímpico nos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992

            . Atleta Olímpico nos Jogos Olímpicos de Atlanta 1996

            . Treinador Nacional da Estónia

ISE Archery Academy

O Tiro com Arco é um desporto praticado a nível mundial. Participar numa competição de tiro com arco, permite que o arqueiro demonstre sua habilidade e condição atlética como se tratasse de um ritual da antiguidade. A tradição do tiro com arco continua nos tempos modernos... O tipo mais comum de competição de tiro com arco é chamado de "Target Archery". Numa competição de “Target Archery”, os participantes ficam a uma distância pre-determinada dos alvos. A competição é avaliada pela precisão de cada arqueiro em atingir os alvos. O Tiro com Arco é um desporto tão respeitado, que tem sido uma modalidade olímpica desde o início do século XX. Nas Olimpíadas, os arqueiros competem individualmente e em equipas para ganhar as medalhas olímpicas desejadas.

Entre 2008 e 2023, Paulo desenvolveu a ISE Archery Academy com o objectivo de ensinar o estilo de arco recurvo olímpico. O programa de tiro com arco foi desenvolvido para alunos com idades a partir dos 4 até aos 16 anos e comunidade escolar, como parte de uma actividade extra curricular da International School of Estonia para melhorar o desempenho e a participação educacional. O conteúdo principal abrange a história do tiro com arco, a segurança, o equipamento, a concentração mental, a motivação e o auto-aperfeiçoamento da técnica de tiro. Paulo treinou e formou jovens arqueiros vindos dos 4 "cantos" do mundo, desde USA, Rússia, Coreia do Sul, Bulgária, Estónia, Polónia, Eslóvenia, Roménia, Reino Unido, Israel, China, Japão, Lituania, Filandia, Suécia, Dinamarca, Alemanha, França, Itália, Brazil, Uruguai, Grécia e Letónia com destaque para alguns deles que posteriormente nos seus países de origem continuam a praticar a modalidade iniciando a componente competitiva.

bottom of page